quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

adeus ano velho, feliz ano novo!

Encerrei 2013 fazendo pedidos a Deus. Eu queria ser mãe no ano que se iniciava e foi isso que desejei ardentemente na virada. Ele me ouviu, e 15 dias depois descobri que minha bênção já estava crescendo em mim. Hoje Henrique está em meus braços, mais lindo do que eu sonhava, mais esperto do que eu esperava, mais perfeito do que eu imaginava. É meu filho amado e tão desejado!

2014 foi um ano de MUITO aprendizado. Quiçá o ano em que mais aprendi na vida! Aprendi a ser paciente e a confiar mais em mim. Aprendi a ser mais tolerante, menos egoísta e mais ouvinte. Henrique me ensinou o amor mais perfeito. Ensinou que preciso me renegar todos os dias em prol das suas necessidades. Me ensinou que ser uma boa mãe é difícil, mas é uma decisão e um compromisso diário. Me ensinou a enfrentar madrugadas difíceis, de choro e incertezas. Me ensinou que amamentar é difícil e exige extrema dedicação. Me ensinou a ser mais firme em minhas convicções e mais maleável no que é necessário. Me ensinou a entender minha mãe e todas as outras mães. Me ensinou que sou forte pra cuidar de alguém mais além de mim. Tão pequenininho e já me ensinou tantas coisas complicadas! Mas também ensinou que a recompensa chega fácil, num sorriso ou num afago de suas mãozinhas, num olhar amoroso enquanto o amamento, num abracinho gostoso e em tantas outras expressões de amor. Tudo valeu a pena!

Encerro 2014 sem grandes pedidos, a não ser sabedoria pra cuidar do meu neném. Encerro 2014 agradecendo a Deus por realizar meu sonho! Espero que 2015 seja um ano lindo, de muitas surpresas agradáveis e de desafios superados!


Ano passado escrevi isso aqui no blog:

"Eu não deixo de pensar em você... Às vezes me pego chorando no carro, dirigindo sozinha, ouvindo nossa playlist e pensando no quanto eu te quero. Fico pensando em quando você vai nascer, como eu vou te descobrir, qual a sensação de te sentir dentro de mim... Meu filho, você já é tão amado! Você já faz meu coração pulsar mais rápido e as lágrimas caírem com facilidade dos meus olhos. Eu não te conheço ainda, mas já te amo muito! Quando 2014 chegar, vou estar pensando em você, meu amor. Vem logo pra mim!"

E ele veio! Meu Henrique! Sonho realizado! Quando 2015 chegar, vou estar com você no meu colo, agradecendo a Deus por sua vida!

Feliz ano novo, meus queridos! Que seja doce!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

apps para mães

Hey people! rs!

Eu sou bem adepta de tecnologias, amoooo um celular, passo boa parte do meu dia na internet! E tendo smartphone, aí que me acabo de vez! kkkkk! No meu tempo livre e enquanto amamento (logicamente quando meu bebê está de olhinhos fechados, porque enquanto ele me olha eu nem consigo olhar o celular), principalmente nas madrugadas, passo um tempão lendo blogs, acompanhando páginas e utilizando aplicativos. Sendo assim, resolvi postar aqui pra vocês os apps que eu mais usei na gravidez e que uso agora nessa vida de mãe.

Antes de ficar grávida eu usava o Period Tracker e o Womanlog para acompanhar meu ciclo menstrual. Esses aplicativos não são indicados se você não sabe como funciona o seu ciclo beeeem certinho, porque pode induzir a erros de cálculo de PF (período fértil) e ovulação. Como eu sempre acompanhei o meu ciclo por outros métodos também, usava o Period Tracker e o Womanlog basicamente para fazer anotações. Recomendo se for usado nesse sentido! ;)

Quando engravidei, baixei o Womanlog Pregnancy. Esse app eu usava para fazer a contagem das semanas (como se eu pudesse esquecer! kkkk) e também pra registrar meu peso ao longo da gestação e a circunferência abdominal! Além desse, usei o aplicativo do Babycenter (Minha Gravidez Hoje), que é muito bonzinho, com vários textos pequenos sobre como anda o desenvolvimento do bebê na barriga para ler diariamente. Além desses, teve o Guia Crescer de Gravidez, bem completinho, amei! Deixei no celular também o Contraction Master, para contagem das contrações no TP, mas infelizmente não cheguei a usar efetivamente.

Depois que Henrique nasceu, passei a usar alguns aplicativos bem legais. Ainda estou conhecendo outros, todos os dias fico procurando para ver se encontro mais algum interessante. Um dos que mais uso é o Bebê Conecta (esse paguei uns poucos dólares por ele, depois que expirou o tempo gratuito, mas vale a pena), que ajuda com o tempo das mamadas, contagem de fraldas por dia, lembrete de consultas médicas, e várias outras informaçõezinhas para cadastrar sobre o bebê. Curti muito! Além desse, uso o Baby Monitor, que é uma babá eletrônica grátis. rsrs! Você deixa o smartphone no berço do bebê e cadastra um número para que o app ligue automaticamente no caso de algum barulhinho. Uso também o Baby Shooter, que tem vários sons pra acalmar Henrique, desde sons da natureza até o som do útero. É tiro e queda, ele fica calminhoooo! rsrs! Uso o Baby Rattle, um chocalho virtual, rsrs! O bebê pode tocar na tela e tem sons, imagens, faz barulhinho de chocalho e tem uma proteção, que faz com que o bebê não consiga mexer e sair da tela, pois precisa digitar uma senha. Amo! Tem o Kinedu (em inglês), que tem várias atividades para fazer com os bebês diariamente. Outro em inglês é o do Babycenter, completinho, que segue a mesma linha do da gestação, com textinhos diários sobre o desenvolvimento do bebê. E por fim, uso o Vacinas, onde cadastrei uma conta com os dados de Henrique. Ele é tipo um cartão de vacinação, onde você vai marcando tudo que ele já tomou e enviando lembretes um dia antes das próximas a tomar.

Imagem do Google

Então, basicamente são esses os aplicativos que usei e uso no dia-a-dia. Funcionam super bem pra mim. Caso eu encontre mais algum legal vou avisando por aqui também, certo? E vocês, usam algum diferente desses? Coloquem aí nos comentários, porque é sempre bom descobrir coisas novas.

Ah, e pra completar esse post, apresento pra vocês a página do blog no Face: https://www.facebook.com/embrevemamae/ Curtam lá! rsrsrs! Ali do lado tem também o link do meu instagram pessoal, caso queiram seguir.

Beijinhos pra vocês e até logo!

domingo, 14 de dezembro de 2014

de cara nova!

Olá, pessoas!

Mudei o blog. Deixei de ser "em breve" para ser "agora mamãe"! rsrs! Modifiquei o layout, esse novo tem mais a minha nova cara, tá muito fofinho. Vocês gostaram também? Ah, coloquei o link do meu instagram pessoal ali ao lado e também estou preparando uma página do blog no face, pra facilitar quando eu fizer postagens. Estou pensando em várias coisas novas pro blog, em fazer algumas sessões, mas queria ajuda de vocês... O que sugerem? Sobre o que gostariam que eu falasse? Pensei em fazer vídeos, escrever algumas colunas e lógico, mostrar o desenvolvimento do meu Henrique lindo! Falando nele, mais tarde volto pra escrever sobre meu pequeno, mas por enquanto deixo vocês com uma foto lindona que ele tirou com 1 mês:


Beijão pra vocês!
Até logo!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

eu voltei, voltei para ficar... rs!

Oi gente!

Finalmente voltei! Ser mãe é lindo, perfeito, maravilhoso, tudo de bom e mais um bocado. Mas também é cansativo, intenso e exige muito de você nos primeiros dias. Eu até quis voltar aqui antes, mas sempre adiava tudo e quando vi, se passaram dois meses. Espero que continuem me acompanhando. Agora entro numa nova fase... Esse blog aqui me acompanhou desde meu período de desejante, entrei nas tentativas, engravidei, compartilhei aqui todos os sentimentos da gestação e agora tenho o meu bebê nos braços. E tê-lo faz tudo ser diferente! Logicamente quero contar tudo que for possível a vocês e também manter isso como registro pra mim, e para o Henrique na posteridade. Me sinto plena, completamente realizada e feliz demais por estar vivendo isso. Me pergunto todos os dias como pude esperar tanto tempo pra ser mãe, mas sei que tudo acontece na hora certa, da melhor maneira possível! Sou muito grata a Deus por minha família e por ter chegado até aqui!

Espero que continuem me seguindo! Vou mudar o visual do blog esses dias, pra acompanhar essa nova fase. Quanto ao nome, vou mudar só um pouquinho, mas o endereço de entrada no blog vai continuar o mesmo, ok?

Beijos a todas e todos!

OBS.: Como não vim aqui em todo esse tempo, aos poucos vou colocando coisas que aconteceram nesses dois meses do meu filho. Aguardem que postarei o relato do parto, minhas emoções nos primeiros dias, etc. A partir de agora estarei sempre por aqui. E pra começar, posto essa cartinha que escrevi na primeira semana do Henrique:

.
.

Cartinha dos primeiros dias

Eu sempre estive pronta. Sempre quis ser mãe e te pegar no colo. Eu te amei desde que vi as duas listrinhas naquele teste ou talvez muito antes, quando você era somente um sonho do meu coração. E quando te vi a primeira vez, prontinho na minha frente, me olhando e se esticando todinho pra ficar mais e mais pertinho de mim, esse amor multiplicou. Cresceu como uma avalanche. Dizem que algumas mães demoram pra sentir um amor como dos filmes pelos filhos, mas eu não. Quando te toquei, te amamentei a primeira vez senti algo inexplicável. A materialização de um sonho, do mais lindo que alguém pode cultivar.

E quando eu olhei para você aninhado nos braços do seu papai, e vi claramente que aquele sonho não era somente meu, que era dele também, fui no céu. Era amor demais, por você, por ele, por nós três. A vontade de chorar era grande, um choro de felicidade, de realização. Como diz a música, "I have died every day waiting for you / Darling, don't be afraid / I have loved you for a thousand years / I'll love you for a thousand more..." (Eu morri todos os dias esperando você / Amor, não tenha medo / Eu te amei por mil anos / Eu te amarei por mais mil...).

Meu lindinho, meu amor... tudo que vivi até agora foi pra chegar nesse momento. Me pego chorando baixinho, agradecendo a Deus por você todos os dias. Meu melhor presente, minha paisagem favorita, a melhor coisa que fiz na vida! Obrigada por me deixar ser sua mãe. Prometo que amor nunca vai faltar.

Beijos,

Sua mamãe!

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Henrique nasceu!!!!!

Em 03/10/2014, sexta-feira, às 18h26, com 41+4 semanas de gestação, pesando 3.770 kg e medindo 50 cm, nasceu Henrique, meu mais perfeito amor! ♥♥♥♥
Estamos nos adaptando à nova rotina, por isso não passei por aqui antes! Meu pequeno chegou ao mundo através de uma cesárea, nasceu pélvico. Contarei todos os detalhe em breve, prometo! Por enquanto estamos nos enamorando cada dia mais, é um sentimento indescritível! Estamos curtindo uma linda lua-de-leite!
Agora não sou mais uma "em breve mamãe". Agora EU SOU MÃE! E sou a mãe mais apaixonada, mais boba, mais feliz e realizada do mundooooo!
Beijo pra vcs! Volto logo logo pra contar tuuuudo com calma!

sábado, 27 de setembro de 2014

resumo das semanas: 39º e 40º

Oi, gents!!!
Pois é, estamos quase terminando a semana 40 e Henrique ainda não nasceu! rsrs! Esses últimos 15 dias foram muito intensos... Arrumei as malas, organizei o quartinho em que vamos ficar na casa da minha mãe, comi tudo que quis, descansei bastante, chorei um tantinho, cantei músicas pro meu bebê, fiz a última usg, curso de gestante, etc. Foram dias em que fui fechando um ciclo... Logo vou deixar de ser apenas Talita pra ser "a mãe do Henrique". :)
E essa última semana foi também de susto... Na terça passada, com 40+1, levei uma queda, um tombo... Estava na casa da minha mãe e tropecei em algo que confesso nem saber o que foi. Meu equilíbrio já não está dos melhores com essa master barriga, e tinha algo no meu caminho... Bom, caí mesmooo, mas graças a Deus não bati a barriga no chão, pois tive o impulso de colocar o joelho e o cotovelo na frente (que inclusive estão machucados ainda), e girei o corpo, caindo de ladinho. Eu caí em câmera lenta e enquanto me estabanava no chão consegui pensar "não acredito que estou caindo aos 9 meses de gravidez!!!!". Meu pai viu tudo e correu pra me ajudar, mas ele tava super nervoso. Minha mãe ficou desesperada, mas tudo que eu queria era me acalmar. Fiquei super nervosa na hora e Henrique ficou agitadíssimo aqui dentro, então me tranquei no quarto e fui conversar com ele, acalmá-lo. Aos poucos tudo foi voltando ao normal. Liguei pro marido em seguida e avisei da queda... Bom, eu não esperava nada menos do que a reação que ele teve: pegou o carro e viajou 220km (ele estava em nossa casa, em Campina Grande, e eu com meus pais, em Recife) pra vir me ver e dormir comigo! Ele ficou muito nervoso e preocupado, mas quando chegou e me viu bem ficou mais calmo. Quase não dormiu à noite pra cuidar de mim... Amo tantooo!!! Enfim, decidi não ir para a emergência já que eu fiquei bem, não senti nenhuma dor, nenhuma anormalidade, não sangrei e nem rompeu a bolsa. Fiquei pensando que se eu chegasse na maternidade com mais de 40 semanas, uma queda e um bebê pélvico eles iriam na mesma hora fazer uma cesariana. Então fiquei quietinha em casa, me observando durante a noite pro caso de ter alguma alteração. Mas não teve, graças a Deus!
Essa última semana foi também de ansiedade. Não minha, que continuo tranquila e satisfeita com a gravidez, esperando com paciência pela hora em que meu filho vai decidir vir ao mundo.  kkkkkk! Mas parece que o mundo à minha volta resolveu ansiar demais pela chegada do pequeno... rsrs! O marido está bem nervoso, meus pais e sogros estão contando os minutos e me ligando quase que de hora em hora pra saber como estou, os amigos e colegas de trabalho também perguntam a todo instante quando vou pra maternidade... Não posso nem passar mais de 1h sem aparecer no face ou whatsapp que chovem mensagens do tipo "já está em trabalho de parto?", "Henrique já nasceu?", etc. kkkkkk! Me divirto muito com isso... E eu sigo sem pressa.
Com relação aos sintomas, digo logo: não estou sentindo nada de alarmante! São 40+6 e não perdi o tampão, não tenho cólicas ou dores regularmente (apenas contrações de treinamento, que são indolores, ou coliquinhas bem leves), o bebê continua super alto (e deve continuar assim, já que ele continua pélvico) e ainda mexe bastanteeee... Ou seja, nada pra me avisar quando ele chegará! Vai ser na surpresa mesmo! kkkkkk!
Já sobre o parto, essa é uma questão delicada. Vocês que me acompanham sabem o quanto eu busco um parto natural, humanizado, sem intervenções... Até consegui a façanha de encontrar um pelo plano de saúde! Mas aí o meu bebê resolve me trollar e ficar sentado! Pegou no meu ponto fraco, infelizmente... Não consegui me empoderar o suficiente pra topar um parto pélvico, já que meu médico é jovem e não tem quase nenhuma experiência de partos assim. Coloquei os prós e contras de tentar uma versão externa, mas meu marido achou que os riscos eram maiores que as certezas, então foi triste... Sendo assim, sigo firme na esperança de que ele vá virar durante o trabalho de parto e eu consiga tê-lo de forma naturalíssima, como sempre sonhei. Mas se ele não virar, passaremos por uma cesariana. O que decidi foi não marcar a cirurgia. Henrique vai nascer no tempo dele, na horinha em que quiser vir ao mundo e eu não vou mesmo antecipar o procedimento cirúrgico por comodidade ou ansiedade. Meu médico e meu marido estão nessa comigo, sou muito grata aos dois por isso!
Falando em marido, ele está um fofo... Só amor! rsrs! Abraça, beija, alisa a barriga... Às vezes pego ele pensativo olhando pra mim. Nem consigo imaginar o que se passa na cabecinha dele! Vai ser uma mudança tão grande em nossas vidas, uma mudança tão linda e ele sabe bem disso! Estamos bem emocionados por viver esse momento! Deus foi maravilhoso por nos abençoar com um filho nesse momento, fortalecendo mais ainda nosso amor! São quase 8 anos juntos e agora teremos uma sementinha que é parte minha e parte dele, nosso filhinho Henrique, feito com todo amor!
Então é isso, gente! Não sei se essa é a última postagem antes do meu pequeno nascer (talvez não, porque ele está amando o quentinho aqui da barriga da mamãe! rsrs!), mas eu já queria agradecer a todos que me acompanham nessa empreitada de ser mamãe! Vocês são muito queridos! Adoro cada comentário, cada bênção, cada incentivo, cada elogio, cada pedido... Sou muito grata a Deus por ter esse espacinho e ter conhecido, mesmo que apenas virtualmente, todos vocês! Que Ele os abençoe!
Beijinhos e até logo!

sábado, 20 de setembro de 2014

a estrada

Oi gente!

Até agora nem sinal de Henrique. rsrs! Essa semana farei um post falando dos sintomas desses últimos dias e falo com mais detalhes. Hoje eu resolvi postar uma música que tenho ouvido muito e que tem feito muito sentido pra mim nesse finzinho de gestação. A maioria das pessoas escuta essa canção e pensa em outras coisas, mas eu atribuí outro sentido... Eu tinha que postar aqui, pra que um dia eu lembre de tudo, de como tem sido marcante esse momento, essa reta final, e tudo que tenho pensado e sentido ultimamente.



"Você não sabe o quanto eu caminhei
Pra chegar até aqui
Percorri milhas e milhas antes de dormir
Eu não cochilei
Os mais belos montes escalei
Nas noites escuras de frio chorei...

A vida ensina e o tempo traz o tom
Pra nascer uma canção
Com a fé do dia a dia
Encontro a solução
E quando bate a saudade eu vou pro mar
Eu fecho os meus olhos e sinto você chegar...

Quero acordar de manhã do teu lado
E aturar qualquer babado
Vou ficar apaixonado
No teu seio aconchegado
Ver você dormindo e sorrindo (é tão lindo!)
É tudo que  eu quero pra mim...

Meu caminho só meu Deus pode mudar
Meu caminho só meu Deus
Meu caminho...

Together..."

Nesse momento fico fazendo uma retrospectiva de tudo que passei até chegar aqui... Lembro de como foi todo o meu período de desejante, de tudo que sonhei pra minha gravidez (sempreeeee sonhei em ficar grávida, em ter um bebezinho!), em como foi maravilhoso conhecer meu corpo durante o tempo de tentante, de toda a emoção do positivo esperado, da plenitude da gestação, de como foi lindo descobrir que era um menino e chamá-lo de Henrique, da boa saúde que eu e meu filho tivemos até aqui, do empoderamento que fui adquirindo nesse tempo todo, de todos os meus planos e tudo que organizei para a chegada do meu amorzinho... Foi tão rápido. Foi tão lindo. Faria tudo de novo e de novo e de novo. E pensar que daqui a pouco tempo vou estar embalando o meu neném, aiiii... Tô emotiva, gente! rsrsrs!

"Eu fecho os meus olhos e sinto você chegar..."
Vem, filho!

domingo, 14 de setembro de 2014

resumo das semanas: 37ª e 38ª

Olá, pessoas queridas!

A semana 38 ainda não acabou, mas já vou falar sobre ela... rsrs! Esses últimos 15 dias têm sido um pouco mais incômodos, tenho sentido mais dificuldade pra dormir por causa do peso, dor na pélvis, nas costas... Mas são ossos do ofício gravídico! kkkkkk! Tenho sentido um pouco de azia, não aguento mais comer em grandes quantidades e inchei bastanteeeee... Meus pés parecem duas bolinhas, meu nariz tá grandão e o rosto diferente. Dizem que já to com cara de quem vai parir a qualquer momento. rsrsrs!

O marido chegou nessa quarta pra matar as saudades gigantescassssss! Por mim, não desgrudo dele nem um minutinho! kkkkk! Quinta fizemos algumas fotos de ensaio gestante, fomos no hospital já deixar a guia do parto autorizada (pra não ter que esperar muito no momento em que der entrada - imagina a pessoa sentindo dores, em pleno TP, e tendo que se preocupar com burocracia?!). Tivemos também consulta com o GO e tá tudo ótimo. Pressão ok, exames ok, peso ok (ganhei 7.6kg na gravidez apenas, oba!), tudo certinho. Henrique continua pélvico e to começando a sossegar o coração quanto a isso...

Às vezes páro pra pensar se me falta um pouco mais de empoderamento pra tentar um parto pélvico, mas não preciso ficar pensando no que os outros vão achar ou dizer. Só eu conheço bem meus medos e certezas, né? Quero muito um PN, me empoderei muito pra isso, passei quase 2 anos lendo, estudando, aprendendo tudo que era possível e sei que esse conhecimento não foi em vão! Caso eu tenha o Henrique via cesariana, tudo isso que acumulei vai ficar guardadinho pra um VBAC.

Ainda não tenho todas as coisas prontas e nem estou me sentindo ansiosa. Curti demais a gravidez, com todas as dores e delícias desse momento especial, e quero aproveitar bem esse finalzinho. Sem pressão! kkkk! Mas é inevitável não se sentir pressionada. A barriga tá gigantesca, os seios aumentaram, tô inchada, ando como uma patinha, e todo mundo já vive perguntando quando esse menino chega!!! Adoro responder: "a qualquer momento, ou não!". E adoro mais ainda a cara do povo de "como assim?!". kkkkk!

Estou preparando as lembrancinhas de maternidade (depois mostro tudinho aqui pra vocês, prometo!), arrumando minha malinha e a dele, passando as roupinhas (falar nisso, essa é uma tarefa que está se arrastando mais do que tudo, descobri que não gosto muito desse "trabalho", rsrsrs!). To também organizando o quarto em que vou ficar na casa da minha mãe nesses primeiros tempos de Henrique (quando tiver prontinho tbm mostrarei). Enfim, to arrumando o ninho pro meu passarinho chegar...

Sobre quando ele vai nascer? rsrs! A família e os amigos estão praticamente fazendo um bolão e quase todos acham que nasce antes da DPP (22/09). Já eu, acho que vai passar desse marco. Mas algo me diz que ainda em setembro vou conhecer o rostinho do meu filhote lindo e esperto, que tem crescido super saudável aqui dentro!

Amo vocês e vou tentar voltar logo!

Beijos!

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

resumo das semanas: 34ª, 35ª e 36ª

Olá, povo!

Mais do que nunca o nome do blog faz sentido! Agora eu sou literalmente uma em breve mamãe! Estamos com mais de 37 semanas e Henrique já está prontinho pra nascer, a termo. Mas antes que ele nasça, preciso falar dessas últimas três semanas até aqui... rsrs! Sigam-me os bons! rsrs!

Primeiro de tudo: Bebê ainda pélvico! Passei essas semanas tentando assimilar isso, enquanto fazia todos os exercícios possíveis para Henrique virar. Teve compressa quente/fria, ficar de quatro apoios, rebolar bastante, elevar os quadris, etc etc. Só não rolou acupuntura e a VCE (versão cefálica externa, uma técnica que permite virar o bebê externamente, com ajuda médica e que deve ser realizada em ambiente hospitalar, por causa dos riscos que pode trazer). O restante, tentei tudo! Principalmente conversas com ele! Mas não tem jeito... rsrs! Meu menininho é genioso e tá curtindo muito ficar sentadinho na barriga!

E aí vocês me perguntam o que eu decidi a respeito de um parto assim, né? Bom, já chorei muito, dei uns pitis, li bastante coisa, orei demais, vi trocentos vídeos de partos de bebês pélvicos, conversei com minha avó (que teve minha mãe, um bebê pélvico, em casa), etc etc etc. E o que decidi? Não quero arriscar! :( Assim, parece que me falta um tantinho mais de empoderamento nesse ponto, mas não consigo visualizar a situação. Lógico que vários e vários bebês nascem sentadinhos, de bumbum pra lua, e isso não tem problema nenhum, mas a questão é: e SE tiver algum problema no MEU parto? Conversei com meu médico, mas ele, apesar de humanizadíssimo, não tem muita experiência com PN pélvico. É um médico jovem, que se dependesse de mim faria o meu parto assim mesmo lindamente, mas não sei se eu encaro isso. Fico pensando nas possibilidades de intercorrências e não arrisco sem uma equipe experiente. É complicado...

No entanto, JAMAIS marcarei a cesárea. Vou entrar em TP com certeza, e aí sim irei ao hospital pra ter meu bebê. Isso já ficou acordado com o médico. Até lá, mesmo com a idade gestacional avançadinha, tenho uma super esperança de Henrique virar, inclusive durante o trabalho de parto! Está nas mãos de Deus o meu futuro. Não sei dizer ainda se vou ter um parto natural ou se será uma cirurgia. Mas Deus sabe e estou tentando ficar em paz com isso, não fazer muito drama. Não digo que estou frustrada, mas confesso que bateu um desanimozinho nessa reta final, pela possibilidade de não conseguir o que tanto planejei. Maaaas, sigamos em frente! Conto mais a vocês a medida que tiver novidades! ;)

Com relação aos sintomas e tudo mais, o xixi continua muito, o peso aumentou bem esses últimos dias (no entanto, até agora engordei cerca de 7kg, o que está completamente dentro da meta do médico) e a novidade master: comecei a inchar! Ohhhh God! Eu me gabei a gravidez inteira de não ter inchado nadinha, e agora veio com tudo. Logicamente estou com os pés pra cima o máximo que posso e tenho evitado ficar muito tempo em pé ou andando. Já estou com um nariz de batatinha e todo mundo que me encontra já diz que "minha hora está chegando". kkkkkkk! As roupas cabem com dificuldade e o já aumentou em 2 números o sapato. kkkkkk! Com relação ao neném, ele está super bem, com pouco mais de 3kg e 47cm de acordo com a usg que fiz ontem. Tava muito lindooooo e já tem cabelinhos! kkkk! Pula e se remexe mais do que tudo na minha barriga, às vezes nem me deixa dormir. Mas o horário em que mais mexe é no final da tarde e no começo da madrugada. Será que vai seguir esse padrão quando nascer? rsrs!

Dizem que na reta final as mamães ficam mais ansiosas pra ver sua cria. Eu ainda não estou! Lógico que quero conhecer meu filho, que quero ver sua carinha, sentir o seu rostinho, mas tô numa tranquilidade tremenda! Curto taaaanto ter esse bebezinho na minha barriga que quero prolongar mais um tico a minha gestação. Por mim ele pode nascer depois da DPP perfeitamente! hahaha! Até porque ainda tenho muitas coisas pra organizar até a chegada dele. Logo eu que sou tão perfeccionista ainda não terminei de fazer as lembrancinhas de maternidade, não arrumei nossas malinhas, não terminei de passar as roupitchas do pimpolho e não fiz o ensaio de gestante. Ai Jesus, será que dá tempo pra tudo? Espero que sim. Vou tentar correr esse finzinho de semana pra organizar o máximo de coisas.

Como já estou pertinho da linha de chegada, já vim de vez pra Recife, esperar o momento do nascimento de Henrique. Bom, foi meio chorosa a minha "despedida" de casa... Passei uns dias olhando cada cômodo do meu apto, especialmente o quartinho dele, e tentando não chorar, pois só pensava que alguns meses vão se passar até eu voltar ali. Decidi ficar com minha mãe até o final do ano, pra que ela me ajude nesses primeiros meses do bebezinho. Em Campina Grande não conheço muita gente, não tenho nenhum parente e por mas que eu saiba que posso contar com meu marido pra tudo, ter a família toda por perto é outra coisa. Arrumei as malas e vim pra Recife.

Falando em marido, essa parte é a mais chorosa de todas... Como ele não pode ficar comigo o tempo inteiro por causa do trabalho, não estamos juntos por enquanto. Ele voltou pra nossa casa  e eu estou a 220km de distância dele. Caramba, não pensei que fosse ser tão difícil! Só tem alguns dias que estamos nessa situação (ele voltou pra lá no último domingo), mas já fico chorando todo dia de saudades. Além da companhia diária, ele esteve muitíssimo envolvido com a gestação. Foi a TODAS as consultas, acompanhou TODOS os exames (inclusive os mais simples, como de sangue), esteve comigo em TODAS as comprinhas do enxoval de Henrique e muito mais. Então imaginam como foi pra mim ir ontem pra ultra e hoje pra consulta sem ele? Os olhos enchiam de lágrimas o tempo todo. Sei que é difícil pra mim, mas imagino que pra ele também não tá fácil. Vamos ver como vai ficar nossa rotina depois que o bebê nascer, espero de coração que melhore!

Sobre fotos dessas últimas semanas, vou ficar devendo. Tô morrendo de preguiça de descarregar a câmera. Como não pretendo passar muito tempo sem escrever (ok, eu digo isso toda vez e não cumpro), no próximo post coloco tudo, tá? Vou tentar ser mais presente e ficar aparecendo por aqui pelo menos uma vez por semana. Meu palpite por enquanto é de que Henrique ainda vai demorar pelo menos uns 20 dias pra nascer, então acho que teremos mais postagens até lá. Ou não. kkkkkk!

Beijinhos em todos vcs!

terça-feira, 12 de agosto de 2014

resumo das semanas: 30ª, 31ª, 32ª e 33ª

Oi genteee!

Tanta coisa pra falar, tanto tempo sem vir aqui... Mais uma vez eu fico sumidinha, né? Não por falta de vontade, de novidades, mas por pura preguiça. Aliás, começo falando que preguiça se tornou a palavra-chave desse último trimestre de gestação. Eu, que sempre fui ativa, não curtia muito dormir à tarde e tal, estou descansando muuuuuuito, ficando quietinha sempre que eu posso, dormindo bastante e colocando o barrigão pra repousar. kkkkkk!

Essas últimas semanas foram lindas! O barrigão cresceu demais, fizemos o chá de fraldas, tivemos mais uma consulta médica (e continua tudo correndo perfeitamente bem!), saí com amigos, finalizei o enxoval, estou pensando nas lembrancinhas de maternidade e tô curtindo muito o finzinho da gestação! Na verdade, pra mim nem parece que estamos na reta final... Eu ficaria grávida por uns 9 meses mais. kkkkkk! Mas cada vez que abro o app e vejo que falta pouco mais de 1 mês pro meu pimpolhinho estar aqui, bate uma emoçãoooo! <3

Emoção sim, ansiedade não! Todo mundo ao meu redor anda muito ansioso pela chegada do Henrique, mas eu estou tranquilona. Sei que muitas mamães dizem que ficam tranquilas até o último mês e quando chega "nos finalmentes" bate a ansiedade maior do mundo. rsrs! Não sei se vou ser assim, mas pelo andar da carruagem, acho que não. Aliás, essa foi uma coisa que meu filho me ensinou ao longo desse tempo, desde quando ele era apenas um sonho do meu coração. Aprendi a esperar, a ter paciência, a não ficar muito ansiosa, a deixar que tudo flua como tem que fluir, sem preocupações maiores. Deus cuida de tudo mesmo, não é? :)

Comecei a lavar as roupinhas, lençoizinhos, fraldinhas e tudo mais do meu filhote. Ai, que sensação maravilhosaaaa! Quando eu olhava o varal cheinho das coisinhas dele, os olhos enchiam de lágrimas, eu fiquei toda boba! Ia caindo a ficha que que está tão perto pra ter meu pequeno comigo, agora do lado de fora da barriga! Fiquei um tempão imaginando como ele vai ser, o cheirinho que vai ter, como vai ficar lindo nas roupinhas que vai vestir! Owwnn!

Agora eu preciso mais do que nunca me concentrar no parto, no momento em que eu e ele vamos nos encontrar. Vou começar a fazer o meu plano de parto, estou fazendo alguns exercícios pra ajudar o bebê a virar (pois é, lembram que Henrique está sentadíssimo? rs!), estou escolhendo qual o hospital em que ele nascerá... A equipe já está certa, graças a Deus! Antes eu me preocupava muito em manter tudo sob controle, mas também aprendi que as coisas não acontecem do jeito que eu queroooo, e sim como tem que ser, de acordo com a vontade de Deus mesmo!

Com relação aos sintomas desse último trimestre, o sono tem aumentado, o cansaço também (o barrigão tá pesando muito, genchti!), o xixi é de hora em hora, dá vontade de chorar quase o tempo todo (não de coisas ruins ou banais, mas de emoção mesmo, rsrs!), as costas começaram a doer um pouco, a fome aumentou bastaaaante (mas o peso tá bem controlado, na última consulta eu tinha ganho apenas 4kg a mais na gestação, uebaaa!) e a memória às vezes falha... kkkkk! Gente, professora de História tem que ter boa memória, pode isso não Brasiiiil! rsrsrs! Outra coisa é que ele mexe demaaaaaaais! Eu sabia que bebês mexiam, mas não tinha ideia que era taaaaanto! kkkkkkk! Sendo assim, ele já tem os horários pra brincadeira e tô adorando (#sóquenão) a novidade do momento, que é... Acordar a mamãe de madrugada pra brincar! Oh God! Tem noites que não consigo dormir bem, seja pela posição (e já tô dormindo com cerca de 5 travesseiros) ou das remexidas do meu "pacotinho de amor"! Já estou em treinamento pras noites em claro... kkkkkk! 

Nesse mês fiquei boa da infeção urinária e não estou mais tomando remédios - yeeeeessss! A hipótese de pré-eclâmpsia ou hipertensão gestacional foi descartadíssima, pois os resultados de exames e aferições de pressão foram ótimos! Fizemos uma ultra hoje e ele está muito fofo, todo gordinho, formadinho, perfeitinho, com 44,4cm e aproximadamente 2.600kg! <3 <3 <3 O líquido amniótico está numa quantidade boa, a placenta está grau 1. Tudo nos conformes! O bicho tá pegando mesmo no fato de que Henrique continua sentado... Vejam bem, estou com 34 semanas e ele continua sentado! Isso é uma questão que tem mexido muito comigo... Mas vai ter um post só pra isso e prometo que não vou demorar pra escrever, tenho que aproveitar o calor da emoção! rsrs!

No mais, vamos pras fotos dessas semanas? Olhando assim, nem parece muito que cresceu tanto, mas tô super redonda, a barriga cresceu demais, já tô andando como uma patinha! Quem me vê pessoalmente fica espantado com o tamanhão do buxoooo! Vê só:

29 semanas!

30 semanas!

31 semanas!

33 semanas!
É isso! Beijos e até logo! ;)

terça-feira, 22 de julho de 2014

chá de fraldas do Henrique

Eu sou uma pessoa muito festeira, mas muito mesmo! Adoro ir para festas, mas principalmente adoro organizar festinhas! Pra mim é uma terapia, uma felicidade imensa pensar os detalhes, correr atrás disso ou aquilo, planejar como vai ser tudo, o que servir, como decorar, etc. E logicamente eu não poderia deixar de fazer o meu chá de bebê. Na verdade, optei pelo chá de fraldas porque sou tão detalhista no enxoval (assunto pra outro post, prometo), que achei melhor que as pessoas me presenteassem com algo que seria realmente útil pra mim. Bom, ainda não consegui chegar no nível de desapego e pensar em usar apenas fraldas de pano, então fraldas descartáveis vão ajudar bastante! rsrs!

Eu pensava na minha festinha de chá de fraldas desde o início da gravidez! Acho uma festa tão especial, porque nela você divide com os amigos a felicidade de estar gerando uma vida, ouve palavras de encorajamento, votos de saúde e felicidade, ganha presentinhos fofos pro baby, curte tudo com um barrigão lindo e tudo mais! :)

Comecei a organizar tudo lá pelas 20 semanas, pelo menos nas ideias. Decidi pelo tema "Safári do Henrique", porque também pretendo fazer o quartinho dele nessa mesma temática. Eu e o marido amamos os bichinhos e a ideia foi ótima! Quis ir comprando os materiais aos pouquinhos, os descartáveis, fazer as forminhas de doces que enfeitariam a mesa, essas coisas. Depois, encomendei as lembrancinhas, comprei bombons, pedi emprestadas as peças de porcelana para decorar a mesa a uma amiga, comprei tecidos pra costurar as toalhinhas das mesas, preparei o convite e imprimi alguns adesivos... Na semana do chá começamos a produção de fato. Chamei alguns amigos pra ajudar a terminar alguns trabalhinhos manuais, começamos a preparar os doces e minha mãe fez todas as comidas, o que ajudou bastaaaante! Optei por servir docinhos e salgados básicos de festa, além de um jantarzinho simples. Ficou então marcado o chá de fraldas para dia 19/07, um sábado à tarde! Eu estaria com 30 semanas e 5 dias. Ótimo!

No dia do chá foi uma correria... Resolver umas coisinhas aqui e ali, levar tudo pro salão, arrumar a mesa de doces e a decoração (fomos nós quem organizamos praticamente tudo), encher balões, colocar flores nos vasinhos e deixar as comidas prontinhas... Ufaaa! Tô cansada só de lembrar... rsrs! Mas graças a Deus contei com a ajuda do maridão, da família e alguns amigos queridos nessa empreitada. :)

A festinha foi ótima! Reuni as amigas e familiares pra celebrar a  chegada do meu pequeno logo logo! Foi maravilhoso receber todo mundo, ouvir palavras carinhosas (inclusive fiz um quadrinho de recados e pedi pra todos escreverem pro Henrique ler quando maiorzinho), comer docinhos e salgadinhos deliciosos, tirar fotos lindas e me divertir bastante! Passei a maior parte da festa de salto alto (rsrs! aloka! mas é que eu queria ficar mais bonitona ainda! kkkkk!), mas no final tirei foi tudo, não aguentei! kkkkk! Todos comentaram o quão grande e redondo tá o meu barrigão (e a mamis do Henrique aqui fica toda orgulhosinha disso! rs!) e logicamente perguntaram quando ele nasce... Adoro ver a cara das pessoas quando digo que vou esperar ele nascer no tempo dele, e que não sei se é em setembro ou outubro. hahahahaha! Mas assim, graças a Deus, a maior parte das pessoas já sabe minha posição a respeito do parto normal e me apoiam bastante!

Bom, chega de lero-lero que todo mundo aqui quer ver fotos, né? Foram muitas, e algumas queridas aqui que já são amigas de facebook devem ter visto as que postei por lá. Mas selecionei umas legais pra colocar aqui no blog também. Olha só:

Decoração da mesa dos doces!

Muitos bichinhos fofos decorando!

Mesa do bolo!

Mamãe e Papai do Henrique!

Muuuuuuito amor!

Beijinho do Papai!

Henrique é o cara! rsrsrs!

Mamãe e Papai muito satisfeitos com a festinha!

Olha o barrigão de 30 semanas!

Vista do salão de festas!

Quadrinho com recados pro Henrique!

As lembrancinhas foram chaveirinhos de feltro!

Gostaram? Eu AMEI, mas sou suspeita pra falar! rsrs!

Fernando me ajudou muito, nem sei como agradecer ao papai do Henrique! Desde a contribuição financeira (kkkkkk! Faz parte do papel paterno, né?), ajudou a fazer todos os docinhos, me levou de um canto pra outro, aguentou meus piripaques pra deixar tudo perfeito e esteve do meu lado em tudo! Amo demais! :)

Essa semana ainda eu volto pra falar sobre a semana 30ª e postar as fotos da barriga, que já tão atrasadas aqui no blog, né? :)

Beijo grande pra vcs!

segunda-feira, 14 de julho de 2014

resumo das semanas: 28ª e 29ª

Oi genteee! Só pra não perder o costume, demorei uns dias pra vir aqui postar novamente! kkkkkk! Bom, entramos na 30ª semana e agora falta pouquíssimo tempo pro Henrique chegar. Me perguntam constantemente se eu estou ansiosa com o fato, mas sendo muito sincera: nem um pouco! Não que eu não queira conhecer o meu filho, lógico que anseio por pegá-lo em meus braços, mas é que eu tenho sido muito paciente nessa gravidez. Tô tranquilona, curtindo demais minha gestação, querendo aproveitar cada minuto da barriga grandona, amando os chutinhos e os preparativos todos pra chegada do meu pequeno, e querendo que ele venha ao mundo somente na hora perfeita, na hora que ele escolher pra chegar! Sem pressa, sem ansiedade, sem medos...

Falando em medo, semana passada fizemos uma usg obstétrica simples, somente pra conferir se tava tudo ok com o baby, se ele tá crescendo bonitinho e tal. Tudo perfeeeeito com meu amorzinho, mas uma coisinha me deixou "boladona": Henrique está sentado! Pois é, meu pinguinho de gente resolveu que a posição mas legal no momento pra ficar é assim, sentadíssimo! Oh God! Lógico que não é um super meeeedo e tal, mas confesso que tenho pensado muito nisso. Desde o início da gestação eu havia decidido que não toparia um parto pélvico. Eu sei, é lindo, tem relatos perfeitos e maravilhosos, mas pra mim ainda é difícil assimilar isso, sabe? Por mais que eu leia, que me informe, que queira aceitar, não consigo ultrapassar essa barreira. Enfim, ainda dá tempo demais pro meu pequeninho ouvir a mamãe e virar completamente, ficando encaixadinho para nosso parto natural perfeito! Temos umas semaninhas ainda e eu tenho conversado bastante com ele, ficado de quatro apoios, etc. Vamos ver se vai adiantar... Torçam por nós!!!!

Quanto a ele, está muito fofinho e continua sendo tímido. Em quase todas as ultras ele faz o favor de virar de costas e colocar as mãozinhas no rosto. Quase nunca conseguimos ver o seu perfil! kkkkkk! Mas ele tá bem, tá saudável, tava com 37,7cm e 1.550kg de pura fofurice pra alegria da mamãe e do papai! rsrs! Meu bebezinho lindo tem as perninhas grossinhas mais fofas e o coraçãozinho bate lindamente! Amooo tantoooo o meu Henrique! É um amor crescente, inexplicável!

Sobre minhas mazelas, peitchas ok, infecção urinária sendo tratada (e eu só falto morrer tendo que tomar 4 cápsulas de antibiótico todo dia, sendo que eu ODEIO remédio, passo mal com comprimidos - tem sido um carnaval e eu dou quatro escândalos por dia aqui em casa! kkkkkkkkkkkk!). Tenho aferido a pressão em casa e até agora está tudo mt bem, pressão normal. Isso quer dizer que aqueles aumentos devem mesmo ser emocionais. Volto ao GO apenas em 31/07 e acho que depois disso as consultas serão quinzenais. Uiiii, tá chegando a hora! rsrs!

Uma coisa legal que tenho pra contar pra vocês é que no próximo sábado, dia 19, será o meu chá de bebê! Na verdade, será um chá de fraldas. Tô muito feliz em poder celebrar a chegada do meu Henrique com as amigas e familiares! Comecei a organizar as coisas aos pouquinhos, sem muita frescurinha. Tô tentando caprichar no chá porque amo festa e também porque minha mãe e irmã ajudam bastante! Acho que o próximo post deve ser contanto tudo como foi!

Vou ficar devendo as fotos dessas semaninhas, tô com uma preguiça gigante de passar as fotos da câmera pro pc! kkkkkkkk! No mais, boa semana pra vcs! Volto em breve com os detalhes do chá e com muuuuuitas fotos!

Beijinhos!

terça-feira, 1 de julho de 2014

resumo das semanas: 25ª, 26ª e 27ª

E o tempo passa! Passa mais rápido do que a gente imagina, mais veloz do que podemos perceber... Eis que já tô na 28ª semana de gestação! Outro dia desses comecei o blog, ainda era somente uma desejante, e agora estou carregando um filho na barriga! Nossa, não me canso de dizer o quanto fico emocionada só em pensar, em realizar esse sonho! :')

Tem sido um pouco complicado postar aqui frequentemente. Não que eu não queira ou não tenha novidades pra contar, mas é que tá acontecendo tanta coisa ao mesmo tempo que os dias vão passando e eu deixo de postar aqui. Meu objetivo com esse blog sempre foi registrar toda essa minha trajetória como mãe, então considero importante vir aqui pra atualizar tudo, mesmo que não seja com a frequência que eu gostaria. Me perdoem os hiatus que estão rolando por aqui, tá?

Então que nessas 3 últimas semanas aconteceu um bocado de coisa... Meu marido foi convocado pra assumir um outro concurso, em uma outra cidade e ainda estamos vendo se ele vai ficar ou não nos dois. Financeiramente seria muito bom, mas em compensação precisamos pesar a ausência dele bem no início de vida do Henrique. Nosso planejamento era ele estar pertinho de nós nesse momento, então assumir outro trabalho em uma cidade um pouco longe nos afastaria por alguns dias da semana. Mas está nas mãos de Deus! Ele tem até meados de julho pra tomar essa decisão. Estamos orando pra que tudo aconteça da melhor forma possível pra gente!

Sobre o meu bebê, ele está crescendo de vento em popa! rsrs! A cada dia acho minha barriga maior, e ela deve tá mesmo, porque todo mundo tem a mesma impressão que eu! kkkkkkkk! Como vcs vêm observando, minha barriga é super redondinha. Não surgiu nenhuma estriazinha, meu umbigo não "pulou" e minha linha nigra está bem discreta. Desde a morfológica do 2º trimestre não fiz outra ultra. Pra algumas pessoas isso seria uma tortura, mas estou bem com isso. Sinto Henrique se remexer todos os dias, tenho uma confiança imensa no meu corpo e uma certeza plena de que estamos maravilhosamente bem. Até peguei uma guia com o médico na última consulta pra ver o neném daqui a uns dias, mas é mais porque queria saber seu peso e altura somente. Não sou viciadona em usg, por mim faço apenas as necessárias, mesmo batendo uma ansiedade pra ver meu pequeno às vezes. rsrs! Tenho sentido umas dores nas costas, na lombar, mas sei que é normal, é o peso da barriga aumentando. O xixi tá demais, gentchi! Mal saio do banheiro e já tenho vontade de voltar. kkkkkk! A fome aumentou, mas tô comendo de forma bem mais saudável. Não estou fazendo exercícios propriamente ditos, mas que me conhece sabe que eu não páro. Ando todos os dias, vou ao centro, faço supermercado, continuo com os afazeres domésticos sem problema nenhum. Tento não ficar parada, mas acho que esse mês volto pra hidro. Por causa das dores nas costas acho que vai ser bom, né? Esse mês teve as festas juninas e aproveitei pra levar o pimpolho (na barriga, claro! kkkkk) pra acompanhar o forrobodó em Campina Grande com os amigos! Foi ótimo, me senti super bem, nada cansada! Esse baby gosta de farra, de movimento! rsrs!

Com relação ao meu pré-natal, tenho curtido muito o meu obstetra. Ele é super humanizado, respeita as minhas escolhas, esclarece as nossas dúvidas (muito mais as do marido, porque eu sou tão devoradora de informações que às vezes atropelo ele nas falas, kkkkkk!). Estou bem satisfeita porque encontrei milagrosamente um médico jovem, que se embasa nas evidências científicas atuais, que apóia o parto humanizado e principalmente faz tudo isso pelo plano de saúde. Pra muitas isso é motivo de desconfiança, mas é que ele abriu consultório recentemente e está "fazendo seu nome" antes de passar pra os partos apenas particulares. Dei muita sorte e agradeço a Deus por isso!

No entanto, na última consulta surgiram uns mini probleminhas comigo, rs! O peito sarou, tá ótimo, tô agora usando a Lansinoh só pra preparar tudo pras mamadas de Henrique, mas no meu último exame de urina deu uma alteraçãozinha. Diagnóstico: infecção urinária. Ok, é super normal em grávidas e perfeitamente tratável, mas fiquei um tiquinho irritada com isso, sabe? Eu não tenho sintoma nenhum, nenhuma ardência, dor ou algo do tipo, só a frequência do xixi que aumentou. Mas tudo bem, o tratamento é com um remedinho de 6 em 6 horas por 10 dias e depois faço um exame pra ver se está tudo certo. Vai estar, eu sei! #oremos. Além disso, teve outra coisinha... Minha pressão, que é sempre perfeita, deu alterada pela segunda vez. 14x9. Embora o médico ache que seja puramente emocional (a tal da síndrome do jaleco branco, rsrs) porque eu sempre fico nervosa quando ele vai aferir a pressão, pediu pra que eu evitasse o sal e fizesse alguns exames para descartar a pré-eclâmpsia. Tô confiante de que não vai dar nada também e que esse aumento tenha sido realmente um caso à parte. Vou cumprir tudo que ele pediu direitinho, pra assegurar que tudo esteja perfeito! No mais, todas as outras coisas estão ok. Exames de sangue ótimos, tudo tranquilinho, nenhum problema de glicose. Continuo sendo não reagente à toxoplasmose, mas tenho sido cuidadosa. Não engordei nadinha do mês passado pra esse (ou seja, só engordei 1kg do meu peso inicial da gestação), mas o bebê segue engordando! Viva!

O enxoval de Henrique tem sido feito com muito carinho. Agora estou realmente comprando as coisinhas, fechando os últimos detalhes, organizando o quartinho dele com muito amor! Ele já tem guarda-roupa, berço, poltrona de amamentação e cômoda já montados em seu quarto, comprei algumas roupinhas, paninhos e outros itens de bebê, o carrinho e o bebê conforto já chegaram e estão na caixa esperando pra serem montados um pouco mais perto do seu nascimento. Essa semana compraremos o berço portátil (que ficará em Recife, na casa dos meus pais, onde ficarei nos primeiros meses de vida dele). No quartinho faltam alguns detalhes, como papel de parede, nichos, kit higiene, tapete e brinquedinhos, mas olhem só como o basicão tá ficando:




Tô morrendo de amores por tudo que tô vivendo... Pelo barrigão crescendo, pelo quartinho tomando forma, por estar no caminho de um parto natural humanizado, pelo amor crescente entre eu e meu marido, pelos pulinhos e chutões que Henrique dá aqui dentro (enquanto escrevi esse post ele estava completamente ativo e pulante! kkkkk). É muito amor, gente! Desejo do fundo do coração que todas as mulheres passem por essa experiência! É incrível, sublime, tô carregada de felicidade!

Não tenho tirado muitas fotos minhas recentemente, embora esteja me achando lindíssima - e modesta, haha! - assim barriguda, mas termino esquecendo! kkkkk! Como a copa já começou, e tudo tá no clima verde e amarelo, vou aproveitar e postar duas fotinhas mais recentes do buxão pra vcs verem, ó:

26 semaninhas.
27 semaninhas.
E como hoje é primeiro de julho, aí vai mais uma música que está na minha playlist do parto:

"O que fazes por sonhar
É o mundo que virá
Pra ti, para mim...
Vamos descobrir o mundo juntos, baby
Quero aprender com o teu pequeno grande coração
Meu amor, meu amor
Baby..."

(1º de Julho - Cássia Eller)

Beijos pra vcs, amores e amoras! Volto em breve! :)

segunda-feira, 9 de junho de 2014

resumo das semanas: 22ª, 23ª e 24ª

Oi gents! Eu sei, tô "fuleira" demais! rsrsrs! Mas é que essas últimas semanas foram super corridas, com muita coisaaaa pra fazer, pra organizar... Entramos hoje na 25ª semana e eu preciso contar o que aconteceu nas anteriores. Não lembro mais a ordem dos acontecimentos, mas as mudanças nesse período não são muito bruscas, tudo caminha de forma muito parecida.

Começo dizendo que tive consulta com o GO e está tudo bem conosco. Ele passou o bendito exame da curva glicêmica (que já fiz e é uóóóóóó tomar aquela garapa dooooce demais!). Engordei apenas 1kg do meu peso inicial na gravidez, ebaaaa! Eu realmente não posso engordar muito, vocês já sabem, porque eu engravidei acima do peso. Então estamos caminhando bem! Só vou tentar controlar melhor a minha vontade de comer doces, que tá aumentando. rsrsrs! Ah, os enjoos já passaram, aleluiaaaaa!!!!!! Já era a hora, hein? :P

A parte ruim tem sido só uma coisa: meu seio começou a ferir. :O Pois é, nem tudo corre às mil maravilhas. Não sei como aconteceu bem, mas desde a semana 22 que começou a sair um pouquinho de colostro. Foi tão pouquinho que eu não senti... Provavelmente o líquido saiu, secou e nem sequer eu percebi. Sei que quando cheguei em casa e fui tirar o sutiã, tan dan dan dan... Ardeu demais! #melasquei. Provavelmente grudou no tecido e quando puxei, deixou a pele super sensível. Coisa mais chata do mundo! Isso foi acontecer logo comigo, que tenho um cuidado super grande pra não passar sabonete, hidratante, nada que "afine" a região, tomo sol sempre que possível nas tetas (rs!) e tal, mas não teve jeito... Tá feridinho, mas já estou tratando pois o GO passou uma pomadinha que tá aliviando demais, graças a Deus! Até o neném nascer essas peitchas precisam estar firmes e fortes pra ele! hahahaha!

Henrique está crescendo bem, mexendo bastante e cada dia mais. Só é bastante tímido aqui dentro da barriga. Sempre que eu ou alguém fala com ele enquanto está mexendo, o bebezinho pára instantaneamente. hahahaha! Na verdade, não sei se é teimosia, timidez ou safadeza mesmo, sabem? hahahaha! Mas estamos numa fase maravilhosa e eu estou cada dia mais apaixonada, mais enamorada pela minha barrigona, que está giganteeeee!

Falando em apaixonada, eu sigo cada dia mais emocionada com o fato de estar gerando um bebê. Cantar pra ele me leva às lágrimas sempre, todos os carinhos na barriga tem uma dose gigantesca de emoção. É maravilhoso sentir uma vidinha crescendo aqui dentro, e eu sentindo que está tudo na mais perfeita paz!

Como eu passei uns bons dias sem vir aqui, tem fotos da semana 22 e 23 logo abaixo. No próximo post eu coloco da semana 24 e 25, ok? Ah, o quartinho dele tá ficando prontinho e logo logo vou mostrar pra vocês a quantas anda todo o processo! hehe! Mas, vamos às fotos:




Dá pra notar uma boa diferença na barriga, né? Nas fotos de cima estava com 22 semanas e nas de baixo com 23 semanas. Agora el barrigón já está bem maior! Medoooo de quando tiver com 40 semanas, socorroooo! kkkkkkk! #brinks

E aqui vai uma das musiquinhas que canto pro meu neném, enquanto espero por ele... Ouçam, é uma lindeza só!


"Bem vindo, meu novo ser
cercado de proteção,
de tanto amor, tanta paz
dentro do meu coração...

É como se eu tivesse 
esperado toda vida pra te embalar 
É como se eu tivesse 
esperado toda vida pra te embalar..."

Beijos pra vocês, queridos!

sexta-feira, 23 de maio de 2014

a escolha do nome: Henrique

Escolher o nome que uma pessoa vai carregar por toda a vida não é tarefa nem um pouquinho fácil! Claro que tem pessoas que desde sempre já tem um nome escolhido pro filho ou filha que vai um dia nascer, mas eu nunca fui dessas. Lógico que achava alguns nomes bem bonitos e tal, mas sempre fui uma libriana nata e a indecisão toma conta de mim na maioria das grandes decisões que preciso tomar. rsrsrs!

Quando me descobri grávida não tive muita pressa de escolher um nome pro bebê, embora todos a minha volta perguntassem isso. Afinal de contas, se a pessoa já vem pensando em ter um filho, está na fase das tentativas, é natural já escolher o nome da criança. Mas eu não. Na verdade, nenhum nome me chamava a atenção demais e eu queria esperar saber realmente o sexo do bebê pra decidir. Mas lógico que não foi assim... Consegui escolher um nome pro caso de menina, mas menino não. Eita! :P

Bom, Fernando (meu marido) sempre disse que queria que o seu filho tivesse seu nome... É um nome bonito, forte, masculino, mas eu não concordava muito com a ideia porque tanto na minha família quanto na dele já existem muitos Fernandos. kkkkk! Ou seja, meu filho seria "mais um Fernandinho". Não curti, mas o marido não tirava essa ideia da cabeça de maneira alguma. Até que um belo dia (kkkkk), minha avó conversando com ele, contou umas crendices dos povos antigos (adoro!) e disse que o primogênito do casal não pode ter o mesmo nome do pai - caso isso acontecesse, o pai não veria o filho crescer! Macabro, hein? kkkkkkkkkkk! Confesso que ri demaaaaais e não me importei tanto, porque nem sou tão supersticiosa assim. Maaaaaas, meu marido é. E aí ele colocou na cabeça que realmente não seria legal colocar o nome do bebê, se fosse menino, de Fernando. Pra ele, isso não ia dar coisa boa! kkkkkk! Sabe de nada, inocente! kkkkkkk! Ok, concordei feliz da vida.

Mas aí voltamos pra estaca zero. Nenhum nome de menino à vista. De menina já estava escolhido, mas confesso que lá no fundinho eu sabia que ia ter um garotinho na minha vida. Talvez toda essa busca pelo nome fosse algo pra me provar que ía ser menino mesmo. Enfim, eu pedia dicas aos amigos, lia listas e mais listas, baixei trocentos aplicativos pra ver se algum nome me atraia, mas nada... E aí Fernando resolveu que seu filho teria ainda o seu nome, mas não Fernando. É que ele tem um segundo nome: Fernando Henrique! [Ok, ele foi trollado boa parte da vida... As pessoas perguntam "Fernando Henrique Cardoso?" e ele sempre responde "Fernando Henrique Carvalho" e todos dizem "quaaaaase!". kkkkkkkkkkkk! Coitado, sofreu muito com piadinhas! kkkkkk!] Então, já que, de acordo com as lendas que minha vó contou, não podia ter o nome do pai, o filho dele teria o segundo, pelo qual ninguém o chama.

Ok, achei bonito! Muito mesmo, na verdade. Fiquei vários dias sem dar o braço a torcer, mas a cada dia eu tinha mais certeza de que era uma escolha linda. Henrique é realmente um nome belíssimo, muito embora quase sempre fique delegado a segundo nome. Algo em meu coração dizia que seria esse. Puro e simples Henrique. Li o significado e amei. Fui me apaixonando pela ideia e não confirmava nada com o marido, só pra deixar ele mais ansioso pra tomarmos a decisão.

Até que chegamos no dia da ultra (aquele dia fatídico que contei pra vcs uns posts atrás, rs!). Na sala de espera combinamos que, caso fosse menino, decidiríamos o nome depois. Marido concordou comigo. Ok, entramos na sala. Mal a doutora lá colocou o aparelhinho, vimos logo que era um garotão! Meu menino! Meu amorzinho! Minutos depois, enquanto ainda estava checando tudo, a médica perguntou o nome dele... Eu nem pisquei, nem pensei duas vezes, nem mesmo parei pra analisar e respondi em alto e bom som: HENRIQUE! Meu marido arregalou os olhos, com uma expressão de "Tem certeza? A gente não ía confirmar isso depois?". Mas eu tinha toda a certeza do mundo. O nome já estava lá, já estava escolhido em meu coração, nem pestanejei para falar em voz alta. Seria meu Henrique! O papai dele ficou feliz da vida, completamente emocionado e eu mais ainda!

Desde então chamo meu filho todos os dias pelo nome, adoro e adoro cada dia mais! Acho que não houve escolha mais acertada! Henrique, meu amorzinho!


<3

quarta-feira, 21 de maio de 2014

resumo das semanas: 20ª e 21ª

Geeeente, passei muito tempo sem vir aqui! Então preciso fazer o resuminho das semanas 20 e 21 da minha gestação! Bom, nesses mais de 15 dias eu fiz um monte de coisa e preciso atualizar vocês, né? Mas provavelmente vou esquecer algumas coisas e atualizo aos poucos. Então lá vai... :)

Bom, na 20ª semana eu finalmente decidi tomar as vacinas que uma grávida precisa tomar. Ok, tem gente que acha que foi desleixo, mas foi tudo friamente calculado. Eu, por vários motivos, não sou muito adepta de vacinação (em alguns casos), então adiei ao máximo. Mas meu GO insistiu muito, minha mãe também, então resolvi ceder pelo simples fato do "e se...". Estava justamente rolando a campanha da gripe, então fui no posto de saúde aqui próximo da minha casa e tomei o reforço da antitetânica (já havia tomado as primeiras doses em 2009, quando fui morar nazoropa, rsrs!) e tomei a da campanha da gripe. A de hepatite tomarei essa semana ainda, pois no dia que fui não teve como. Bom, com relação às picadelas da agulha, não tenho medo, não sinto (muita) dor, só peço pra não olhar. O que os olhos não veem o coração não sente, né? kkkkkkkk! Mas a vacina contra o tétano doeu sim, mas não na hora, dias depois. A de gripe foi tranquila. :P

Com relação aos sintomas, tudo na mesma. Tenho uns enjoos leves, vomitei uma vez ainda, a barriga já está começando a pesar, o xixi é demais... kkkkkk! Mas estou super bem disposta, tenho andado bastante agora que o marasmo já passou. Inclusive uma coisa mudou... A fome tem aumentado e a vontade de comer besteiras também, mas estou me controlando. Por enquanto sigo firme e forte com o peso. Perdi 3kg no início da gestação e só ganhei 2kg até agora. Ou seja, estou no lucro, com -1kg! rsrsrsrs!

Nessa 20ª semana eu comprei algumas roupinhas e uma saída de maternidade pro Henrique. Coisa fofa demais, gente! Mostro logo logo num post que já estou preparando sobre o enxovalzinho dele. Aliás, confesso que ainda ano meio paradona nas comprinhas de roupas. Fico querendo deixar pra comprar tudo de uma vez... Bom, daqui pra ele nascer a coisa anda. kkkkk! Acho que é porque fiquei mais focada no quartinho, pois queria terminar de comprar as coisas "maiores", como berço, colchão, cômoda, guarda-roupa, cadeira de amamentação, mesinha de apoio, carrinho e bebê conforto. Tudo isso já está ok. Dos itens mais caros faltam o berço portátil (que ficará em Recife, já que eu vivo lá e cá), o kit berço (caramba, gente, é muito caro um kit berço bom!) e as malas de maternidade. Depois desses itens, tem a parte de enxoval em si, minha próxima etapa. Aguardem as cenas dos próximos capítulos. kkkkkk!

Pra não perder o costume, aqui vai uma fotinho na 20ª semana da gestação do Henrique:

Henrique lindo com 20 semaninhas!
Na semana 21 a barriga continua redondíssima e pulante! kkkkkkkkk! Sim, porque meu filho anda chutando, se contorcendo, fazendo malabarismos, achando que está num ringue de MMA, sei lá... kkkkkk! Ele se remexe muitas vezes por dia, mas especialmente de manhã cedinho e à tardinha/noite. Engraçado que ele deve gostar muito do som da minha voz (<3) ou das minhas aulas, porque enquanto estou falando em sala de aula ele fica super quietinho, mas quando eu páro de falar por alguns minutos ele começa a chutar horrores. rs! Quando eu canto ele também fica muito quietinho, mas basta a música acabar que a manifestação já começa aqui do lado de dentro. Ok, isso é coisa de mãe "abestalhada", abobalhada pelo filho, eu sei! kkkkkk! #medeixa

Bom, nessa mesma semana, estava programada a minha ultra morfológica do segundo tri. Como eu faço todas as ultras numa clínica em Recife, nos programamos para irmos na quarta à tarde, quando saíssemos do trabalho. Pegamos a estrada e tudo ok, mas quando chegamos em Pernambuco nos deparamos com aquela cena de caos que vocês devem ter visto na tv. Greve da PM, pessoas saqueando as lojas, fazendo algazarra nas ruas, um verdadeiro inferno na terra, com muitos arrastões e o pânico tomou conta de todo o estado. Se arrependimento matasse eu não teria ído, mas não tinha como prever que estaria tudo assim. Graças a Deus não aconteceu nada comigo e com minha família, mas foram momentos de tensão... Eu nunca tinha visto nada assim!

Mas a greve terminou e fizemos a ultra na sexta-feira passada, conforme estava previsto. Bom, é sempre muito emocionante ver o nosso bebê, saber como anda o desenvolvimento dele, ouvir o coraçãozinho e acompanhar pela telinha que está tudo funcionando perfeitamente bem! Essa ultra é super importante, pode detectar alguns probleminhas do feto, mas com a graça de Deus está tudo maravilhoso com meu filho e ele continua crescendo saudável! Todas as medidas ok, tudo conferidinho e na mais perfeita forma! Só tem uma coisa... Meu filhote não gosta de fotos. kkkkkkk! A médica tentou muito pegar um ângulo mais legal, mas ele se remexia, virava de costas, colocava a mãozinha no rosto. "Ok, é muita exposição, né Henrique?" kkkkkkkk! Mas eis que esse é o meu filho, no auge das 21 semanas e 4 dias:

Dá pra ver perfeitamente a mãozinha na boca! Ownnn!
Estou cada dia mais encantada com a gravidez, mas feliz com esse meu "estado interessante" (rsrs!), curtindo muito o fato do marido estar super participativo e interessado! Falando nisso, ele ficou com uma invejinha outro dia das minhas fotos de barriga e eu tirei uma dele:

kkkkkkkkkkk! Ele jura que tá grávido!
Então, gente... É isso! Essa semana ainda volto com o post falando sobre o motivo do nome do bebê ser Henrique e logo logo também já fecho as 22 semanas e venho com o resuminho.

Beijos pra vcs! ;)

domingo, 11 de maio de 2014

dia das mamães

Meu primeiro. Tão lindo. Tão inesquecível. E não é lindo e inesquecível por causa de presentes, paparicações, almoço ou jantar fora e pelos comerciais fofos que vemos na tv. É perfeito porque tenho o meu filhinho aqui, sendo gerado com todo amor e carinho, crescendo saudável, pulando e mostrando pra mim que é esse o amor verdadeiro, a mais pura forma de amor que alguém pode sentir. Eu não podia me sentir mais abençoada do que me sinto hoje! Sou mesmo muito grata ao Senhor por me permitir vivenciar isso!

E para quem ainda não é mãe, desejo do fundo do coração que um dia experimentem essa sensação. Deus concede a cada uma essa dádiva no tempo certo, no melhor momento. Se ainda não chegou o seu momento, confia e espera. Ele tá preparando de uma forma toda especial uma vidinha pra você cuidar também!

Feliz dia das mães para todas nós, seja aquelas com seus filhos nos braços, carregando em seu ventre ou aninhando em seu coração!


Henrique,

Hoje levantei cedinho, porque seus chutinhos me acordaram. Fiquei passeando pela casa, sem ter o que fazer num domingo às 7h. E aí lembrei que hoje é o dia das mães e me vi muito feliz e emocionada por saber que você tinha me despertado, esse é seu jeitinho de me dizer "te amo". Senti todo esse amor e derramei muitas lágrimas, pensando em toda a trajetória que passei até esse momento. Lembrei da minha mãe, dos meus sonhos infantis de ter um bebê só meu, de como a maternidade foi sendo despertada em mim aos pouquinhos e dos medos que eu tive de me entregar à ela... Lembrei das minhas tentativas de chegar até você, da felicidade imensurável que senti ao ver o positivo, de como me sinto extasiada todos os dias desde então. Por você eu choro, eu rio, eu planejo e eu sonho muito. Ainda não vi o seu rostinho, mas te amo demais, de um jeito que talvez você nunca entenda muito bem. Estou ansiosa pra te ter em meus braços, te ensinar e aprender com você. Acho que seremos uma dupla imbatível, rsrs! Obrigada por ser meu filho e por me fazer sua mãe!

Com todo amor do mundo,

T.